Início »

Folhetim

Estava determinado na sua demanda
O Rei Artur da Távola Redonda!
Mas na busca da perfeição humana
Só via os passos da sua sombra…

E acreditou quase até ao fim
Crendo qu’a graça o inspirava!
E Jesus faria del’o seu delfim
Na baliza à sua guarda…

E recto, pautou as suas acções
Pela valentia e demais justeza
Como combatente, fê-los campeões
Dessa supertaça, na sua defesa!

E nisto foi eleito como principal
Desses outros pares de cavalaria!
Um guardião do bem sobr’o mal
Vivend’a utopia….

Pois chegou o dia em qu’o guardião
Foi desenganado na sua demanda
Era São Jorge, que venci’o Dragão
Dizi’a propaganda…

E “derrotado”, esse Rei Artur
Foi despojado dessa sua taça
Que partida Excalibur
Lá perdeu a graça…

Foi trocado na busca do Graal
Por outro guardião de Camelot
Um guerreiro grande e forte!
Pr’a combater o mal…

Mas enquanto dura essa utopia
Há novo herói por Avalon!
Tod’o povo aplaude com alegria
Na defesa, o dom!

Tudo defendeu, Artur o Rei
Na decisão dessa batalha
Avançando sem roque ou lei
Na pequena área!?

E defendido, o lance fatal
O nosso herói é bem ungido!
Se foss’o outro, em lance igual
Era repetido…

Pois D. Duarte, o pio
Foi nomeado par’a disputa
Pr’a que no calor da luta
Promovesse o brio!

Tanta honra e perfeição
Na demanda do Rei Artur!
Que por Excalibur
Só val’a rectidão!

Novo romance de cavalaria
S’escreve no pasquim
Que não há folhetim…
Do qual não me ria!

Lendário...

Lendário…

Anúncios

1 Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: