Início »

Mágico

Recordo-me do seu toque
Nessa técnica dividida
Entr’o drible e a corrida
E nesse passe: o berloque!

Tal qual a jóia da coroa
A peça mais cintilante!
Outrora o comandante
Duma equipa tod’a boa!

Que tinha no meio a virtude
Nesse jogo a dois pés!
Em tantas vitórias – olés!
Na arte e na atitude!

E levando tud’a eito
Nessa sua força e tónico
Qu’o dig’o Celtic, o Mónaco!
Vergados ao seu efeito!?

Depois levou a mestria
À Catalunha, a Espanha
E logo à Grã-Bretanha
Pr’a seu gáudio, alegria!

Perdemos nós esse toque
Vislumbrado por Alverca
Nesse seu toque de letra
Mas sem valor ou dote!

E resgatado dessa órbita
O aprendiz revelou-se mestre!
Deco, o “extra-terrestre”
Tinh’a magia incógnita!

E logo no Porto brilhou
No seu toque pristino!
Qu’a sua cara de menino
A muitos decerto, espantou!

E feito mestre didáctico
De recorte internacional
Nunca esqueceu Portugal
O seu país emblemático!

E hoje regress’o mito
Ao seu clube d’origem
Pr’a essa maior homenagem:
O homem tornado Mágico!

Mágico
Mágico!
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: