Início »

Cupido

Olha que querido!
Voltou o Proença
Sem coincidência…
Que divertido!

Vem apitar
O jogo da meia
Da casa cheia
Pr’o ver jogar!

Ele qu’apita
C’um olho vesgo!
E o outro é cego
No qu’acredita!

É a recompensa
Do bom trabalho!
A favor do Carvalho
Por troca c’o Benquerença!

Esquecendo-se de ver
O sucedido!
Ele qu’é tão querido….
É de derreter!

Não foi pénalti!
Foi apenas estorvo…
E o salto torto
É que não foi ágil!

E aquele golo
Em fora-de-jogo!
Milimétrico a olho
D’impossível logro!

Por isso apita
Este nosso querido
O clube sofrido
P’la sua fita!

E sendo reincidente
Nestes jogos quentes
Fez seguro aos dentes (e)
Apita diligentemente!

Por isso subiu
Alto na consideração!
Daquela instituição
Qu’antes o proibiu!

E com dentadura nova
Apresta-se a julgar!
Naquele mesmo lugar
Onde levou a sova!

Assim ficou mais querido
Enternecedor até!
Que s’apitar por fé
Pass’a protegido!

E sendo internacional
O melhor do mundo!?
C’o este pano de fundo…
Estará no mundial!

Por isso é aguardar
O apito deste cupido:
Que por ser tão querido
Não deixará d’agradar…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: