Início »

Um Conto de Natal

Acordei hoje do pesadelo
Do fantasma do passado
Fui p’lo Vítor visitado….
No meu percurso paralelo!

E o medo que senti
Nessa visita ao outrora
Onde chorei a demora
No jogo que mal vivi!

Salvo então pelo gongo!
Em desespero de causa
O ceptro perdido em casa…
O kelvin marcando com estrondo!

E quase rouco no grito
Fui de regresso ao presente
E o Paulo ali à frente!?
O novo fantasma-aflito!

Que me conduziu na viagem
Aos jogos do desespero…
Da champions-league, o enterro!
O arrependimento sem margem…

E quando já chorava a morte
Da minha vida desportiva…
Vejo chegar de seguida…
O fantasma da boa-sorte!

Era o fantasma do futuro
Vindo da equipa B!
Um espectro que mal se vê
Projecta-me um novo auguro!

E vejo outras possibilidades
Nessa viagem à frente
Voando alegremente…
Vejo Turim e mais cidades!

E outro Natal já desejo
Nesta virada do ano
O meu presente insano
É ser campeão sobr’o Tejo!

E vestindo de azul-e-branco
Já voo sobr’a cidade
Sou campeão, é verdade!
E o Paulo é o novo Santo!

O fantasma do presente
Virou um santo no sonho!
Depois do medo medonho
Tornou-me de novo crente!

E acordo deste “pesadelo”
Refeito um homem-novo
O Porto voltou ao povo!
E o Natal voltou a sê-lo!

Feliz Natal!

Feliz Natal!

Anúncios
%d bloggers like this: