Início »

Crónica de Bruxelas

A vitória aos noventa!
O chouriço de Bruxelas
Esses golos, bagatelas…
A bola que sempre entra!

Só os nossos é que ficam
À distância duma nesga
Como’a Rua da Bestega
Ond’as praças se confinam!

E tanto valendo a vitória
Como o nosso triste empate
Todos os sinos a rebate
Tocam que se fez história!

Sempre ganharam aos Belgas
Pela primeira vez em Bruxelas
Que odes! Que coisas belas!
Se cantaram nessas vielas!

O Jesus afinal está salvo
O homem ressuscitou!
S’até o Grego se finou
No último minuto, no alvo!?

Mas dependendo de terceiros
Para seguirem em frente
Como se explic’a tanta gente
A euforia dos batoteiros?

Tenham calma, pois então
A vaca não dura sempre!
E o azar, tão recorrente
Mudará, em dia não!

E o Paulo só pode subir
Se não quiser descer
E nisso irá aprender
O caminho que pode vir….

E em situações idênticas
Já sabemos o qu’aí vai
A glória em todos s’esvai
Sem as vitórias autênticas!

Não aquelas de permeio
Que não conferem troféus
E só caucionam os réus
Que nesse final, eu já creio!

Qu’os deixem fazer a festa
Mandar foguetes e vivas!
Que soltem o bardo e cantigas
Qu’a contabilidade é esta:

Vão à Liga Europa, por certo
Apesar de “injustiçados”
Eram melhores, mais esforçados…
Só se lixaram p’lo Roberto!

E nas contas do Campeonato
É deixá-los encher o peito
Ganhando tudo-a-eito
Pr’a tudo perder c’o aparato!

E na festa da Taça
Vai o Jesus e o Cardoso
Jogar contra outro “colosso”
Perdendo com tod’a “raça”!

Deus é grande!

Deus é grande!
Anúncios

1 Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: